Fala curiosos, vocês certamente já ouviram falar do filme “O exorcismo de Emily Rose”. Talvez o que vocês não saibam é que esse caso aconteceu de verdade e nós vamos falar tudo sobre ele nessa matéria, que sinceramente será uma das mais assustadoras até agora. Antes de irmos aos fatos em si, vamos deixar claro que nós que representamos a equipe Ser Curioso não tomamos partido de nenhuma denominação religiosa em nossas matérias e por isso deixamos pra vocês leitores, o julgamento para determinar se este caso foi realmente algo sobrenatural ou se ele não passou de um ataque psiquiátrico que não foi tratado devidamente. E aí, preparados? 


Anneliese Von Michel

Anneliese era uma bela garotinha alemã, nascida na cidade de Leifbing na Baviera em 21 de setembro de 1952. Ela foi criada com as suas três irmãs no pequeno município de Klingenberg am Main. Seus pais, Anna e Josef Michel, muito religiosos, lhe deram uma educação profundamente católica. O pai de Anneliese mantinha toda família trabalhando em uma serraria e a família vivia tranquila até Anneliese completar seus 16 anos.

Anneliese era uma garota normal e vivia feliz com a sua família até completar os 16 anos.

Anneliese era uma garota normal e vivia feliz com a sua família até completar os 16 anos.


Como tudo começou?

Aos dezesseis anos (1968) Anneliese sofreu um caso forte de convulsão em virtude de um ataque epilético, esse evento é tido como gatilho de tudo que aconteceu na sequência. Com o passar do tempos novos sintomas foram observados, como por exemplo:

  • Corpo rígido à noite, somente à noite.
  • Dificuldade na fala, até mesmo nas frases mais simples.
  • Sentia um peso enorme sobre o seu tórax.

Com tantos sintomas, os médicos da época associaram seu quadro a uma esquizofrenia muito severa, levando-a a ficar internada em um hospital psiquiátrico em Mittleberg onde permaneceu durante um ano. Ao sair aparentemente curada, Anneliese matriculou-se na universidade de Wurzburg, para cursar pedagogia e dar continuidade a sua vida. Porém…


Os Sintomas Pioraram!

Infelizmente o tratamento em Mittleberg não foi tão efetivo quanto se esperava, na verdade os sintomas da esquizofrenia de Anneliese voltaram a se manifestar de forma mais violenta ainda.

E além dos outros sintomas já descritos acima, ela começou a relatar vozes em sua cabeça e alguma vezes essas vozes vinham acompanhadas de visões terríveis. Os médicos se mostraram completamente incapazes de diagnosticar o caso de Anneliese. Os pais que já tinham uma formação muito católica começaram então a considerar a possibilidade de buscar ajuda espiritual e religiosa. Para reforçar a convicção dos pais de Anneliese de que se tratava de um caso de possessão demoníaca, a garota começou a relatar figuras diabólicas aparecendo durante suas preces diárias, além de mostrar aversão a objetos ”sagrados” para o cristianismo como crucifixos e terços. Com tudo isso em sua cabeça, não demorou para que Anneliese desenvolvesse um quadro de depressão profunda, chegando a ser medicada com os psicotrópicos mais potentes da época, Aolept e Tegretol. Porém mesmo sendo um remédio altamente forte, a medicação não surtia nenhum efeito em Anneliese, não evitou as as crises de convulsão, nem fizeram desaparecer as vozes e as alucinações, as quais se tornavam cada vez mais frequentes.

Anneliese foi ficando cada vez pior e os sintomas que ela apresentava, foram crescendo até se tornarem incontroláveis.

Anneliese foi ficando cada vez pior e os sintomas que ela apresentava, foram crescendo até se tornarem incontroláveis.


A Ajuda do Padre Ernest 

Em 1973 os pais de Anneliese, sem mais recursos, solicitaram junto as autoridades religiosas que fosse feito um ritual de exorcismo em sua filha, porém a solicitação foi negada e a realização do exorcismo não aconteceu. Somente o Padre Ernest considerava que a garota já tinha todos os requisitos para a realização do Rituale Romanum.

O Rituale Romanum é um livro litúrgico que contém todos os rituais normalmente administrados por um padre, incluindo o único ritual formal para exorcismo sancionado pela Igreja Católica Romana.

O Rituale Romanum é um livro litúrgico que contém todos os rituais normalmente administrados por um padre, incluindo o único ritual formal para exorcismo sancionado pela Igreja Católica Romana.

Adendo: Todas as culturas possuem ritos de exorcismo, mas como a família era da tradição cristã o ritual executado seria o rito romano.

Alguns dos requisitos que o Padre Ernest observou foi:

  • Clarividência, saber coisas que ainda não tinham  acontecido.
  • Vasto conhecimento do oculto.
  • Conhecimento de línguas antigas, como por exemplo sumério.

Nessa época, Anneliese insultava, espancava e mordia os membros de sua família, dormia no chão e alimentava-se de moscas e aranhas, além disso, ela bebia sua própria urina. Ela podia ser ouvida constantemente gritando enquanto destruía crucifixos, imagens de Jesus e rosários e após algum tempo ela começou também, a cometer automutilação, despia-se e fazia suas necessidades orgânicas por toda a casa.


O Exorcismo Enfim é Autorizado
Anneliese em um dos rituais de exorcismo.

Anneliese em um dos rituais de exorcismo.

Em 1975, depois de muita insistência, o Bispo de Wurzburg, finalmente permitiu a realização do exorcismo. No rito

do exorcismo, o padre deveria portar uma Bíblia, fazer o sinal da cruz, abençoar a pessoa e respingar água benta nela. As sessões de exorcismo poderiam durar horas, dias ou até meses dependendo da gravidade do caso.

Nesse tempo a garota já não conseguia mais se alimentar, e estava entrando em um estado critico de desnutrição. E o processo do exorcismo pode, ou não, ter acelerado essa queda física.

Afinal foram realizadas 67 sessões de exorcismo ao longo de 10 meses, realizados pelos Padres Ernest e Albert. Durante o processo de exorcismo, coisas completamente espantosas foram relatadas, e claro que os padres teriam que lidar com a incredulidade das pessoas e poderiam ser julgados de maneira errada. Por isso em comum acordo com a família foram feitos registros em áudio e fotografia das sessões do ritual de exorcismo.

As sessões de exorcismo chegavam a durar até 4 horas e mesmo com a condição física debilitada de Anneliese, ela conseguia demonstrar um vigor físico anormal, a certa altura ela ficou embaixo de uma mesa latindo como um cachorro por 2 dias seguidos, após os dois dias, ela parou, olhou para as pessoas e disse as seguintes palavras : “ Esse é o cão do inferno brincando com a alma de vocês”. Sem aparentar nenhum cansaço físico. Além disso, como já dissemos anteriormente ele só se alimentava de moscas, aranhas e pássaros mortos. Urinava no chão e bebia o próprio excremento.

Anneliese em outro processo de exorcismo, vocês podem ver que a cada dia que passava a sua aparência se deteriorava mais!

Anneliese em outro processo de exorcismo, vocês podem ver que a cada dia que passava a sua aparência se deteriorava mais!

Outro fato bastante assustador e que assombra todos até hoje é o fato de que Anneliese citou que estaria possuída por demônios conhecidos da humanidade, nomes que tiveram passagens terríveis pela Terra, matando milhares ou mesmo milhões de pessoas, como por exemplo: Nero e Hitler, além de citar que também estava possuída por nomes como o próprio Lúcifer, Caim, Judas e Fleischmann, um padre caído em desgraça no século XVI.

demonios-anneliese


A Morte de Anneliese Michel e o Sonho com a Virgem Maria

No dia 1 de julho de 1976, a Anneliese profetizou que ao fim do dia seu sofrimento terminaria, e disse para todos que naquela noite ela teria tido um sonho revelador com a Virgem Maria, no sonho a Santidade dizia a ela:

“Anneliese você pode morrer agora e acabar com a sua angustia, ou aguentar seu calvário e ensinar ao mundo uma grande lição.”

Segundo relatos, Anneliese optou pelo martírio voluntário, alegando que seu exemplo enquanto possessa serviria de aviso a toda a humanidade de que o demônio existe e que ronda a todos, e que trabalhar pela própria salvação deve ser uma meta sempre presente. Ela afirmava que muitas pessoas diziam que Deus estava morto, que haviam perdido a fé, então ela, com o seu exemplo, lhes mostraria que o demônio agia independe da fé das pessoas para isso.

Durante todo aquele dia Anneliese parecia estar livre dos demônios e não teve uma única convulsão, exausta, mas em paz ela foi dormir tranquila, certa de que havia passado por todo esse sofrimento, por um “bem maior”. Então, a meia noite do dia 1 Anneliese veio a falecer, como havia previsto em seu sonho, sua morte foi tratada clinicamente como tendo sido causada pela desnutrição, mas para os envolvidos em toda processo, a missão da garota teria finalmente chegado ao fim e aos 23 anos Anneliese morria em sua própria casa pesando apenas 30 quilos.

Anneliese já bem debilitada no fim da sua vida, ela morreu pesando apenas 30 quilos.

Anneliese já bem debilitada no fim da sua vida, ela morreu pesando apenas 30 quilos.


O Caso Klingenberg e as Acusações por Negligência

Logo após o comunicado da morte de Anneliese para as autoridades, foi aberto um inquérito onde os promotores públicos responsabilizaram o padre e os pais de Anneliese por homicídio, que teria sido causado por negligência médica. O caso Klingenberg, iniciou-se em 30 de março de 1978. Durante o julgamento muitas teorias tanto da acusação como da defesa foram expostas, mexendo profundamento com os religiosos.

Ao fim do processo, os pais de Anneliese e o padre, foram considerados culpados de negligência médica e foi  determinada uma sentença de 6 meses com liberdade condicional sob fiança.

Nos dias atuais, o túmulo de Anneliese Michel, tornou-se um local de peregrinação para cristãos que a consideram uma devota que experimentou sacrifícios  extremos para possibilitar a salvação espiritual de muitos.

O Sepultamento de Anneliese, note como seu rosto está magro.

O Sepultamento de Anneliese, note como seu rosto está magro, parece até uma criança.


As Assustadoras Gravações Realizadas durante os Exorcismos

Bom, curiosos agora que já sabemos tudo sobre a jovem Anneliese Von Michel, vamos ao que realmente nos assustou, os vários registros feitos durante as sessões de exorcismo, como dissemos antes todo o processo foi gravado e alguns destes processos nós conseguimos e iremos mostrar para vocês.

Teve até membro da equipe Ser Curioso que não teve coragem de ouvir!

Reforço que pessoas facilmente impressionáveis não devem de forma alguma reproduzir esses arquivos. Mas se você tem coragem, nós separamos alguns áudios e gravações para vocês que alem de curiosos são corajosos! Então vamos nessa: