E aí curiosos, vocês já pararam para imaginar que possa existir uma pessoa idêntica a você? E para piorar a situação, imagine alguém igual a você, se passando por você e enganando as outras pessoas que você conhece? Isso mesmo curiosos,  existe uma teoria que diz que existe um outro ser idêntico a você em algum lugar do planeta, essas cópias seriam a sua versão maligna e estariam aqui para trazer confusões para sua vida, elas são chamadas Doppelgänger e existem muitos casos e teorias a respeito desse assunto e nós iremos destrinchar tudo o que existe a respeito com vocês. Então curiosos, aproveitem a leitura!


 

A Origem  do Termo 

O nome Doppelgänger possui uma origem alemã, tendo como significado algo parecido como  “duplicata andante”, pois se trata de uma fusão de duas palavras, doppel (que significa duplo, réplica, duplicata) e gänger (que significa aquele que vaga, ambulante, andante).  Ou seja, de acordo com as tradições alemãs, existe uma “réplica” sua que anda por aí, se fazendo passar por você. Essa cópia seria interpretada pelos místicos como sendo uma criatura sobrenatural, como uma cópia espiritual ou então como o seu gêmeo demoníaco.

copia-maligna

Desde quando nós nascemos passamos a acreditar que todos nós somos indivíduos, especiais e únicos e que dessa forma não possa existir ninguém igual a nós em nenhum lugar. Mas e se isso não for verdade? Existem várias teorias e uma grande quantidade de evidencias que sugerem que todos nós temos, de fato, pelo menos uma pessoal idêntica a nós em algum lugar do cosmos.

Se você fizer uma pesquisa rápida em qualquer cultura, em algum momento você vai encontrar uma série de mitos, lendas e histórias de pessoas que presenciaram ou tiveram contato com a sua cópia exata. Mas, enquanto algumas dessas histórias e lendas são relativamente alegres e oferecem esperança e possibilidades, outras são bem mais cautelosas e muito mais perturbadoras. A seguir falaremos um pouco mais a respeito dessas lendas.


 

As lendas envolvendo os Dopellgangers

Existem algumas lendas que deram origem e que explicam melhor o que seria um Dopellganger. Uma dessas lendas fala de uma criatura mística que teria a capacidade de copiar todas as características de um indivíduo (até mesmo as mais profundas) e após isso, este ser passaria a acompanhar o original, porém, somente com o intuito de imitá-lo, sem más intenções.

Mas o que aconteceria se você visse a sua própria cópia? Em diversas mitologias, ver a própria cópia significa um presságio de mau agouro ou até mesmo um aviso de que a sua morte estaria se aproximando, pois seria como se você estivesse vendo a sua própria alma saindo do seu corpo e se encaminhando para o plano astral.

E se a sua cópia conversasse com você? Outro lado da lenda, conta que em muitos casos a cópia chega a conversar com a original, e passaria a se comportar como um conselheiro, desta forma o Dopellganger seria visível apenas para a sua versão original e não apareceria para outras pessoas. Porém, ao invés de estar ajudando o copiado com conselhos de vida, as cópias malignas estariam, na verdade, plantando ideias maléficas e desvirtuadas na mente das pobres pessoas copiadas.

Mas e se eu ver a cópia de alguém por aí? A lenda diz que quando você vê a cópia de outra pessoa, significaria que esta pessoa deveria tomar cuidado, pois provavelmente, iria passar por um período de azar, teria problemas emocionais e várias outras confusões poderiam acontecer em sua vida.

Entre 7 bilhões de pessoas, uma inevitavelmente seria igual a você: Existe também  uma outra teoria, bem menos sobrenatural e mais estatística. Esta teoria afirma que exista entre as 7 bilhões de pessoas na Terra um ser totalmente idêntico a você, porem, com a personalidade totalmente oposta da sua. Nesse caso, a lenda conta que se as duas pessoas por um acaso se encontrassem, seria inevitável que elas não tentassem destruir uma a outra, pois sentiriam uma inquietação profunda que só acabaria com a eliminação de uma ou de outra das cópias.

clonagem-humana

Em diversas outras culturas podemos notar a presença dos Dopellgangers. No folclore inrlandês existem várias referências ao “Fetch”, o que seria uma réplica de uma pessoa que copiaram todas as suas caracteristicas, porem com uma única diferença, a cópia não produziria sombra alguma. Já no século passado, os habitantes da ilha de Orkney temiam algumas fadas e as chamavam de “Trow”. Elas eram retratadas como criaturas feias e travessas. Nesta ilha quando uma mulher engravidava ela precisaria de cuidados especiais e de proteção a todo momento, pois acreditava-se que os Trows eram responsáveis por roubar bebês humanos saudáveis de dentro das mães e substituílos por cópias exatas das crianças. Essa crença dizia que quando acontecia isso, essas crianças ficariam doentes e morreriam bem jovens.


Existe alguma explicação?

Sim, existem muitas explicações para o fenômeno relacionado aos sósias. Como já dissemos anteriormente, os místicos acreditam que se trata de criaturas sobrenaturais, cópias espirituais da pessoa ou gêmeos do mal (o lado demoníaco do indivíduo). Já os cientistas dizem que são falhas elétricas do cérebro ou doenças mentais, como a esquizofrenia. Segundo a ciência, fenômeno Doppelgänger, é provocado pelo mau funcionamento da junção temporo-parietal, uma região do cérebro responsável pela integração de várias sensações (táteis, visuais e de posicionamento do corpo) que constantemente chegam ao cérebro, “montando” a forma pela qual se entende o mundo e o posicionamento do corpo em relação ao que está ao redor. O mau funcionamento dessa região pode, portanto, acarretar o desacoplamento da percepção inconsciente do corpo e da sua representação no espaço. Quando as sensações táteis, de equilíbrio e visuais não coincidem entre si, a compreensão da localização do corpo e do que é pessoal ou extrapessoal perde-se, e tem-se a origem da intrigante sensação autoscópica ou extracorpórea, o que poderia explicar a visão do Doppelgänger.

Temporoparietal_junction_diagram

Tudo o que se sabe sobre essas aparições misteriosas é que elas são, em sua maioria, presságios de má sorte, doenças e até mesmo sinais de uma morte eminete. E é por isso que na maioria das culturas, o ínicio da comunicação com os próprios Dopellgangers é fortemente temido.  Existem centenas de casos de pessoas que tiveram esse contato com as suas cópias, inclusive muitas figuras históricas alegaram ser assombradas por seus doppelgangers. E como essa parte não poderia ficar de fora, nós te mostraremos 10 casos de personalidades históricas que passaram por situações adversas com os seus Dopellgangers, confere aí:


Johann Wolfgang von Goethe (1749 – 1832)

Johann Wolfgang von Goethe

Johann Wolfgang von Goethe(1749-1832) foi um famoso escritor, poeta e político alemão. Ele foi um célebre autor que desempenhou uma papel impostantissimo na formação do campo da literatura, suas palavras foram amplamente lidas e respeitadas.

Em um certo dia, ele estava andando por uma trilha próxima de sua cidade, quando, de repente, viu uma pessoa misteriosa andando em sua direção, o mesmo ficou assustado quando percebeu que se tratava dele próprio, embora a sua cópia estivesse com roupas diferentes das suas. A figura desapareceu rápido e Goethe logo se esqueceu de tudo que havia acontecido ali. Porem, oito anos depois, ele se viu descendo a mesma trilha, agora no sentido contrário, quando percebeu que estava usando as mesmas roupas que seu sósia havia usado há anos atrás. E aí, sim, o escritor se lembrou do ocorrido e nunca mais se esqueceu do que havia acontecido com ele naquela estrada.

Este não  foi o único Dopellganger que Goethe viu. Outra vez, ele viu o seu amigo Friedrich andando na rua, vestindo as roupas de Goethe. Perplexo, Goethe foi para casa. Chegando lá ele encontrou Friedrich lá, vestindo as mesmas roupas que pertenciam a Goethe e que ele havia visto na aparição. Seu amigo tinha sido surpreendido pela chuva e por isso havia pego emprestado as vestes para se manter seco.

Mesmo com esses dois fatos de aparições, Goethe teve uma vida longa, vivendo até os seus  83 anos. Porem pesquisando a história deste famoso escritor percebemos que de 1805 em diante Goethe teria adoecido várias vezes, ele se casaria em 1806, neste mesmo ano sua cidade seria invadia pelas tropas de Napoleão, e este fato atormentaria profundamente  Goethe, fazendo com que ele então, passasse pela pior fase de sua vida, uma fase totalmente pessimista. Após isso, em 1815 ele perderia a sua amada esposa e assim Goethe viveria até o ano de 1832. Não sabemos  a data em que Goethe encontrou com os Dopellgangers então não sabemos se as doenças, a morte da esposa ou até mesmo a sua morte teria alguma relação com as aparições, mas o que vocês acham?


Catarina, a Grande

Catarina-a-grande

Conta-se que Catarina, a Grande, poderosa imperatriz da Rússia do século 18, foi acordada por seus servos certa noite, ele diziam que estavam preocupados por terem visto a própria Catarina entrar na sala do trono. Quando foi conferir, Catarina encontrou a sua doppelgänger sentada calmamente no trono. Assustada, ela ordenou imediatamente que seus guardas atirassem em sua sósia. Não sabemos se as balas tiveram algum efeito na doppelgänger. O que se sabe é que Catarina veio a falecer, pouco tempo depois de este fato ter acontecido.


Percy Bysshe Shelley

Percy Bysshe Shelley

Percy, era o marido de Mary Shelley, autora de Frankenstein, era mesmo um poeta, e parece que, do casal, era ele quem via fantasmas e monstros. Ou, pelo menos, doppelgängers. Pouco antes de morrer afogado, em 1812, Percy confessou a Mary que ele havia encontrado seu doppelgänger várias vezes. Um destes encontros teria acontecido quando Percy entrou em um terraço, onde foi saudado por seu doppelgänger, que lhe perguntou “por quanto tempo vais ficar contente?”

Por mais estranho que pareça, o doppelgänger de Percy apareceu também para sua amiga Jane Williams, que o viu passar pela janela dela, em um caminho que o Percy costumava tomar, mas se dirigiu a um beco sem saída e nunca mais retornou. O Percy de verdade não estava nem perto deste local.


Sir Frederick Carne Rasch

Sir-Gilbert_Parker

Em 1906, durante uma sessão do Parlamento Britânico, o parlamentar Sir Gilbert Parker viu, assistindo a um debate, seu amigo Sir Frederick Carne Rasch, que, para todos os efeitos, estava em casa com uma gripe. Cumprimentando o amigo, Sir Gilbert disse “espero que você esteja se sentindo melhor”, mas Sir Carne não esboçou reação, ficou ali, sentado, com uma expressão sombria no rosto. Quando olhou novamente para o local em que o amigo havia estado, Sir Gilbert não o viu mais, mas conversando com os amigos, outros afirmaram tê-lo visto, embora ninguém o tenha visto saindo da sala.

Quando o verdadeiro Sir Carne foi informado do incidente, ele contou que não se espantava que seu espírito tivesse ido ao Parlamento dar uma espiada, afinal ele estava muito interessado naquele debate. A família de Sir Carne ficou apavorada, mas o que mais incomodou Sir Carne sobre o incidente foi que seus colegas, sempre que o viam, cutucavam-no para ver se era real ou uma assombração. Ele chegou a escrever uma carta sarcástica a um jornal local, desculpando-se por não ter tido o bom senso de morrer quando seu doppelgänger foi visto.


Rainha Elizabeth I

rainha-elizabeth-i-doppelganger

Última da linhagem dos Tudor a governar a Inglaterra (de 1558 a 1603), a Rainha Elizabeth I da Inglaterra era uma monarca carismática, sensata e experiente, o tipo de pessoa que não se espera que se meta com o paranormal.

Mesmo assim, ela alega ter visto sua doppelgänger deitada imóvel em sua cama, como um cadáver exposto para visitação. A experiência foi assustadora, principalmente porque a crença é de que significa morte, e, embora pudesse ser considerada produto da mente de uma governante idosa e estressada, Elizabeth I realmente faleceu não muito tempo depois.


Maria de Jesus de Agreda

Maria-de-Jesus-de-Agreda-doppelganger

Normalmente, os doppelgänger são percebidos como sinistros, mas em alguns casos acredita-se que a pessoa real consiga controlá-los, usando-os como uma espécie de segundo corpo para fazer “bilocação” para outros lugares em um instante. No século 17, exploradores e missionários que chegaram ao Novo Mundo ficaram espantados de encontrar tribos no Novo México praticando o catolicismo. Questionados, os indígenas contaram que haviam sido convertidos por uma misteriosa mulher de azul que os ensinava e até mesmo lhes entregara crucifixos e outros itens de adoração.

Pesquisa cuidadosa levou a Maria de Agreda, uma freira espanhola que vestia azul. Ela alegava ter ensinado o cristianismo aos indígenas americanos usando “bilocação” para cruzar o oceano. Maria nunca havia deixado o convento e conhecia o lugar como “uma terra selvagem”, mas sua história convencera os sacerdotes.

Mais tarde, a Inquisição suspeitou de Maria, mas resolveram inocentá-la da acusação de bruxaria, e seu poder foi declarado como de origem divina. Entretanto, ao mesmo tempo em que ela se tornou celebridade mundial, sua história foi mudando várias vezes. Algumas vezes, ela alegava que havia sido pressionada a dizer que conseguia enviar sua cópia espiritual para outro continente, e em outras vezes dizia que era tudo verdade.


Abraham Lincoln

Abraham-Lincoln-doppelganger

“Abe Honesto”, como era conhecido, não escondia seu interesse no paranormal, pelo menos em conversas particulares. De acordo com o que dizia, ele mesmo teria experimentado alguma atividade paranormal. Segundo seu relato, no dia da sua primeira eleição ele descansou alguns momentos em seu coche durante a tarde. Deitado ali, ele olhou de relance ao espelho e viu dois reflexos de si mesmo. Ao levantar-se, o doppelgänger desapareceu. Quando se sentou novamente, ele reapareceu.

Lincoln teria ficado espantado, e sua esposa ficou apavorada, convencida de que o doppelgänger significava que o marido seria re-eleito no futuro, mas que não sobreviveria ao segundo turno. Lincoln tentou repetir o experimento outras vezes, mas parece ter visto o doppelgänger apenas mais uma vez, e depois ele desapareceu de vez. Talvez tenha cumprido sua missão e avisado do futuro de Lincoln – ou então alguém consertou o espelho.


George Tryon

George-Tryon-doppengangerO dia 22 de junho de 1893 não foi um bom dia para o vice-almirante George Tyron. No comando de duas colunas de navios, ele ordenou que ambas se voltassem uma na direção da outra, o que se acabou se revelando fatal. Os navios se chocaram e o navio em que Tyron estava afundou como uma pedra, levando o vice-almirante e outros 357 homens. Suas últimas palavras teriam sido “A culpa é toda minha”.

Ao mesmo tempo, a esposa de Tyron estava dando uma festa aos amigos em seu lar, em Londres. Para surpresa dos convivas, Tyron apareceu na festa, descendo solenemente uma escada, atravessando a sala, abrindo a porta como para se retirar, e então desaparecendo. Ele estaria vestido com o uniforme completo.

Entretanto, a história tem alguns furos. Segundo alguns, Lady Tyron estava ocupada com os convivas e nunca viu o doppelgänger, enquanto outros afirmavam que ela estava entre os que testemunharam a aparição. Curiosamente, a história tem muita semelhança com velhas lendas do mar, segundo as quais o espírito de marinheiros aparecia para a família para avisar de sua morte no mar.


Guy de Maupassant

Guy-de-Maupassant-doppelganger

O escritor francês também tem uma história de interação com um doppelgänger. Ele teria interagido regularmente com seu gêmeo fantasma, que teria lhe ditado uma história curta, The Horla. O conto é sobre um homem cuja sanidade é consumida lentamente por um espírito mau que o usava como hospedeiro. Como um eco da história, a saúde mental de Maupassant também começou a deteriorar pouco tempo depois de ele concluir o conto.

Outra versão da história afirma que o doppelgänger não havia ditado a história, mas desaparecera quando de Maupassant chamara seu servo. Meses mais tarde, a aparição teria retornado, entrado no quarto do escritor, olhando-o com uma expressão triste. Depois, teria sentado e colocado a face entre as mãos, como em desespero. Convencido de que o doppelgänger trazia más notícias, o horrorizado de Maupassant viu sua própria vida se deteriorar, e morreu em um asilo um ano mais tarde.


Emilie Sagee

Emilie-Sagee-doppelganger

Sagee trabalhou em uma escola só para meninas, e era uma boa professora, mas por algum motivo ela ficava mudando de emprego. Em 16 anos, trocou de posição 19 vezes! Em 1845, a escola descobriu o motivo: Sagee seria o centro de uma atividade de doppelgänger muito estranha. Sua gêmea espectral teria sido vista primeiro durante uma aula, algo testemunhado por suas 13 alunas (mas não pela própria professora), imitando todos seus movimentos. Depois, ela teria sentado atrás dela, imitando-a enquanto ela comia.

A própria Sagee nunca havia percebido a aparição, embora todo mundo pudesse vê-la claramente. Durante estes episódios, ela ficava estranhamente grogue, enquanto a doppelgänger fazia coisas que Sagee mais tarde afirmava que estava pensando em fazer naquele momento, o que sugere que ela tinha algum controle subliminar sobre ela.

Em pouco tempo, a doppelgänger começou a se aventurar mais longe de Sagee, aparecendo uma vez em uma sala cheia de estudantes, sentando-se calmamente na cadeira do professor enquanto Sagee estava do lado de fora, trabalhando no jardim. Os poucos que se atreveram a se aproximar da doppelgänger contam que era possível atravessá-la, mas que ela tinha uma textura que se assemelhava a um tecido grosso.

Com o passar do tempo, a aparição se tornou um aspecto permanente da vida da escola, assustando as pessoas com regularidade. Os pais das alunas começaram a retirá-las da escola e, apesar de Sagee ser uma funcionária modelo em outros aspectos, a direção não teve opção senão demiti-la (junto com sua dublê fantasma).


Doppelgangers na Ficção

 Como já percebemos, os Doppelgänger possuem ações similares a dos metamorfos, uma vez que supõe-se que os tais imitam em todos os quesitos as pessoas copiadas, desde as caraterísticas externas até mesmo as suas características de caráteres internos mais profundos. Os Doppelgänger normalmente têm mania de querer atrapalhar a vida de suas duplicatas e por isso são temas constantes no mundo da ficção e podem facilmente ser encontrados em livros, desenhos, filmes séries e outras obras espalhadas por aí. Algumas delas nos listamos para vocês:

Os Doppelgänger são citados em:

 Gilmore Girls, episódio 11 da 6ª temporada.supernatural

Supernatural, no episódio 6 da 1ª temporada.

The Vampire Diaries

The Originals

No seriado Grimm, episódio 22, “Boa noite meu bom Grimm” da 2ª temporada.

No livro 172 Horas na Lua, de Johan Harstad, e ocupam papel central na trama.

Borderlands, o personagem Handsome Jack.

How I Met Your Mother

Dorama Mask

The Flash (Série televisiva). Temporada 2, Episodio 11: ‘The Reverse-Flash Returns’.

No mangá e anime Hunter x Hunter.

Casa do Terror, Hammer Films – As Duas Faces do Mal.

No livro “Minha querida Sputnik” de Haruki Murakami.

O Livro “Minha querida Sputnik” também possui os Doppelgangers como tema.

O Livro “Minha querida Sputnik” também possui os Doppelgangers como tema.

No livro “As Luzes de Setembro” de Carlos Ruiz Zafón.

Na série C.S.I, temporada 2, episódio 13.

No anime Ragnarök The Animation.

Na série Miraculous: As Aventuras de Ladybug, na temporada 1, episódio 9, um escultor é transformado no Doppelgänger de Cat Noir para incriminar o mesmo e ter Ladybug como sua amada.

Na série de mangá, Medaka Box

Na série Vinyl, episódio 4 da 1º temporada.

Na série Twin Peaks na red room. Palavra pronunciada por um anão

No anime Monster Musume no Iru Nichijou

No anime Blood Lad

 Nos jogos de Vídeo Game:

No jogo Zelda: Ocarina of Time, Link se depara com uma cópia de si mesmo no Templo dá Água.

No jogo Devil May Cry 3, aparece como um Style

No jogo Scribblenauts Unmasked, como uma copia de Maxwell

No Jogo Tomb Raider, Lara Croft se vê frente a frente com sua cópia maligna.

No Jogo Tomb Raider, Lara Croft se vê frente a frente com sua cópia maligna.

No jogo Ragnarok Online é um dos monstros chefes – MVP.

No jogo Castlevania: Symphony of the Night, como chefe copiando Alucard duas vezes.

No jogo Soul calibur 3,o personagem Zasalamel luta contra ele proprio.

No jogo Dota 2, o herói Phantom Lancer tem á habilidade de se transformar em várias cópias.

No Jogo Tomb Raider: Underworld, A Doppelgänger de Lara Croft é criada para matar a mesma.

No jogo Prince of Persia, lançado em 1989 ao atravessar um espelho, quase na fase final aparece para lutar com o jogador.

No jogo Hearthstone, o lacaio Doppelgangster, referência à criatura, cria cópias de si mesmo.

No jogo Legion of Heroes para dispositivos móveis, A Doppelganger é usada para substituir heróis em em processo de fusão que necessita 5 iguais, ela pode ser usada para substituir 4 desses heróis.

Além de todos esses, existe um filme chamado Journey to the Far Side of the Sun, que no Brasil foi traduzido como: Doppelganger. É um filme britânico de 1969 dirigido por Robert Parrish e estrelado por Roy Thinnes, Ian Hendry, Lynn Loring e Patrick Wymark. No filme, uma missão conjunta da NASA-Europa é enviada para investigar um planeta em uma posição paralela a Terra atrás do Sol, porem, termina em desastre com a morte de um astronauta. Seu colega percebe que o planeta é uma cópia reflexa da Terra, onde todos os aspectos da vida ocorrem ao contrário. Uma história bem interessante.

Journey to the Far Side of the Sun, filme com tema central focado nas cópias reversas da Terra.

Journey to the Far Side of the Sun, filme com tema central focado nas cópias reversas da Terra.


Outro filme conhecido foi o Doppelganger (1993) em inglês, que aqui no Brasil ficou conhecido como Enigma Mortal, com Drew Barrymore. Depois que sua mãe é brutalmente assasinada, a tímida Holly Gooding é mandada para Los Angeles e acaba encontrando a proteção do escritor Patrick Highsmith (George Newbern). Porém, ele não tinha ideia de que estaria abrigando um terrível perigo sob seu teto. Por trás do rosto ingênuo de Holly escondem-se duas personalidades: de um lado, a doce e tímida jovem que todos conhecem; de outro, uma assassina violenta.

Se procurarmos um pouco, encontraremos dezenas de outros filmes baseados na lenda dos Doppelganger.

Se procurarmos um pouco, encontraremos dezenas de outros filmes baseados na lenda dos Doppelganger.

Um doppelganger também aparece no filme “Cisne Negro”. E se formos procurar de fato, encontraremos mais centenas de outros casos em que os Doppelgangers foram utilizados como fonte para histórias e contos. Mas além dessas histórias, existem casos reais, em que pessoas se encontraram com sua cópia por aí e muitas delas registraram esse momento.


Pessoas comuns que encontraram suas cópias pelo Mundo

Essas foram apenas algumas histórias de personalidades da história que supostamente tiveram contato com suas cópias, algumas delas interessantes e realmente causaram um impacto na vida de quem as viu, outras nem tanto. Abaixo vamos colocar mais algumas fotos de pessoas, dessa vez desconhecidos, que encontraram pessoas idênticas a elas e resolveram compartilhar essa experiência na internet, analisem as fotos, e me contem, vocês já tiveram alguma experiência dessas curiosos? Se sim, me enviem a foto! Vou publicá-las aqui no site Ser Curioso. Enquanto isso confere ai essa lista com pessoas que encontraram os seus clones por aí!

 

 


 

Personalidades famosas e suas cópias do passado

Neste caso não se trataria de um Doppelganger, mas essas imagens se espalharam rápido pela internet, e por se tratar de um fato curioso e interessante que tem um pouco a ver com nosso assunto, nós do Ser Curioso resolvemos trazer para vocês também. Então confira conosco algumas imagens de famosos e suas cópias d do passado! É incrível como são parecidos:

 

Justin Timberlake (cantor) e uma foto de um antigo bandido

Justin Timberlake (cantor) e uma foto de um antigo bandido

Nicolas Cage (ator) e um homem em 1870

Nicolas Cage (ator) e um homem em 1870

Ellen Degeneres (apresentadora de TV nos EUA) e Henry David Thoreau (escritor do século XIX)

Ellen Degeneres (apresentadora de TV nos EUA) e Henry David Thoreau (escritor do século XIX)

Rose Wilder Lane (escritora do século XIX) e Maggie Gyllenhaal (atriz)

Rose Wilder Lane (escritora do século XIX) e Maggie Gyllenhaal (atriz)

Alec Baldwin (ator) e Millard Fillmore (Ex-Presidente dos EUA)

Alec Baldwin (ator) e Millard Fillmore (Ex-Presidente dos EUA)

John Travolta (ator) e um homem desconhecido do Século XIX

John Travolta (ator) e um homem desconhecido do Século XIX

Nicolae Grigorescu (pintor romeno do Século XIX) e Orlando Bloom (ator)

Nicolae Grigorescu (pintor romeno do Século XIX) e Orlando Bloom (ator)

Louis XII (antigo Rei da França) e Vladimir Putin (Presidente da Rússia)

Louis XII (antigo Rei da França) e Vladimir Putin (Presidente da Rússia)

Filipe IV (antigo Rei da Espanha) e Mark Zuckerberg (criador do Facebook)

Filipe IV (antigo Rei da Espanha) e Mark Zuckerberg (criador do Facebook)

Paul Revere (mensageiro da Guerra da Independência dos EUA) e Jack Black (ator)

Paul Revere (mensageiro da Guerra da Independência dos EUA) e Jack Black (ator)

Alexandre Severo (Imperador da Dinastia dos Severos) e Eminem (rapper)

Alexandre Severo (Imperador da Dinastia dos Severos) e Eminem (rapper)

Uma mulher de uma antiga fotografia e Leonardo Di Caprio (ator)

Uma mulher de uma antiga fotografia e Leonardo Di Caprio (ator)

Charles Darwin (criador da Teoria da Evolução) e George Carlin (humorista norte-americano)

Charles Darwin (criador da Teoria da Evolução) e George Carlin (humorista norte-americano)

Rupert Grint (ator) e Sir David Wilkie (artista plástico dos Séculos XVIII e XIX)

Rupert Grint (ator) e Sir David Wilkie (artista plástico dos Séculos XVIII e XIX)

Albert Einstein quando jovem e Shia Labeaof (ator)

Albert Einstein quando jovem e Shia Labeaof (ator)

Douglas MacArthur (comandante militar norte-americano na Primeira Guerra Mundial) e Bruce Willis (ator)

Douglas MacArthur (comandante militar norte-americano na Primeira Guerra Mundial) e Bruce Willis (ator)

Um rapaz de uma foto antiga e Robert Pattison (ator)

Um rapaz de uma foto antiga e Robert Pattison (ator)

Rachel Weisz (atriz) e Miss Lily Elsie (atriz e cantora do começo do século passado)

Rachel Weisz (atriz) e Miss Lily Elsie (atriz e cantora do começo do século passado)

Antiga Estátua Egípcia e Michael Jackson (cantor)

Antiga Estátua Egípcia e Michael Jackson (cantor)

Um rapaz de uma antiga foto e Jay Z (rapper)

Um rapaz de uma antiga foto e Jay Z (rapper)

John Brown (abolicionista norte-americano) e Charlie Sheen (comediante norte-americano)

John Brown (abolicionista norte-americano) e Charlie Sheen (comediante norte-americano)

Van Gogh (pintor holandês) e Chuck Norris (ator norte-americano)

Van Gogh (pintor holandês) e Chuck Norris (ator norte-americano)

Christopher Lloyd (ator norte-americano) e John C. Calhoun (político e filósofo dos Séculos XVIII e XIX)

Christopher Lloyd (ator norte-americano) e John C. Calhoun (político e filósofo dos Séculos XVIII e XIX)

Bill Bailey (comediante norte-americano) e Thomas Hobbes (filósofo inglês nos Séculos XVI e XVII)

Bill Bailey (comediante norte-americano) e Thomas Hobbes (filósofo inglês nos Séculos XVI e XVII)

Andrew Garfield (ator norte-americano) e Leon Trotsky (revolucionário bolchevique)

Andrew Garfield (ator norte-americano) e Leon Trotsky (revolucionário bolchevique)


Relatos de Leitores 

Se você já passou por uma situação dessas e já deu de cara com a sua cópia por aí, ou sabe de alguma história relacionada com essas que contamos, nos envie o seu relato, teremos prazer de publicá-lo aqui!

 

Nossa leitora Maryele Mel Vaz nos enviou seu relato através do facebook, ela contou que onde ela mora existe uma mulher idêntica a ela, que ela ainda não encontrou, porém sua irmã estava em uma pizzaria certo dia e dei de cara com a sua cópia neste local, Maryele disse que até o corte de cabelo e as roupas eram iguais, e que sua irmã pensou que fosse ela no local e que assustada ela teria ligado para Maryele que estava em casa tranquila. Maryele disse também que já passou por diversas outras situações, passando apuros com pessoas que queriam bater nela por coisas que ela não havia feito. Ela disse que tem horas que ter uma sósia por aí parecia ser engraçado, mas por outro lado havia horas que isso não era legal. Por último Maryele contou que quando era mais nova sua mãe quase lhe deu um sova, pois disse que havia visto ela dormindo em um ponto de ônibus  e que aparentemente ela estava bêbada, mas Maryele nem havia saído de casa por estar com febre. Caso curioso não?


Conclusão do Ser  Curioso

Nós do Ser Curioso achamos bastante interessante esta teoria dos Doppelgangers, realmente são histórias curiosas e com uma grande gama de detalhes, além disso, as imagens são incríveis mostrando como existem pessoas parecidas no mundo. No caso de serem cópias malignas nós não sabemos, o que nós sabemos é que acontecem diversos fatos em nossas vidas que nós não nos lembramos de ter feito ou que as vezes nem estávamos presentes no local e muitas pessoas dizem ter nos visto. Qual é a sua opinião? Você já presenciou um doppelganger ou teve alguma experiência do tipo? Várias pessoas dizem ter presenciado as suas cópias e ter tido essas experiências, então caso você seja uma destas não deixe de nos enviar uma mensagem com o seu relato e conte nos todos os detalhes.