separador

Em setembro de 2017 a policia encontrou o corpo de duas crianças em Novo Hamburgo, no Vale dos Sinos. A partir daí as autoridades começaram uma investigação que chegou a algo terrivelmente assustador, aquelas crianças teriam sido vítimas de um ritual satânico!

separador

Entenda o caso, o encontro dos corpos e o começo da investigação

Esse caso começou a ser investigado quando em 4 de setembro de 2017 foram encontrados dois corpos totalmente esquartejados em uma matagal da cidade de Novo Hamburgo. Segundo relatos uma pessoa estaria passando pelo local e teria avistado alguns sacos de lixo e caixas de papelão suspeitas jogadas no local e por esse motivo ele teria acionado a polícia para verificar do que se tratava.

Para surpresa de todos quando a polícia chegou no local logo encontrou os dois corpos esquartejados, a princípio eles acreditavam que os corpos se tratavam de uma mulher e de uma criança, no entanto, algum tempo depois a perícia realizada nos corpos constatou que aqueles corpos eram na verdade de duas crianças, um menino e uma menina, que teriam entre 8 e 12 anos, isso teria dificultado muito na identificação, pois pela pouco idade não havia nenhum registro das digitais das mesmas no banco de dados da polícia.

Na manhã do dia 18, mais partes de corpos foram encontrados no bairro chamado Lomba Grande, que fica localizado a uns 500 metros de onde as crianças esquartejadas teriam sido encontradas.

Não demorou muito para que a polícia começasse a investigar esse caso, logo após a descoberta dos primeiros corpos a Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo com o delegado titular Rogério Baggio começou a correr atrás de provas e suspeitos. Em setembro, a investigação ainda estava em sua fase inicial e a polícia acreditava que as crianças poderiam ser vítimas colaterais de uma disputa relacionada com o tráfico de drogas.

Algum tempo depois de ter começado a investigação o delegado chegou a alguns suspeitos e a uma conclusão terrível, aparentemente essas crianças teriam sido vítimas de um terrível ritual satânico.  O delegado afirmou que teria chegado aos suspeitos por meio de uma revelação realizada por dois profetas.

“Uma dessas pessoas estava comigo no carro, quando teve a revelação, e a outra me ligou e me pediu para levar um caderno (onde seriam anotadas as revelações)”.

Corpos das crianças estavam em caixa de papelão e sacos plásticos em matagal em Novo Hamburgo (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Os corpos das crianças estavam em caixa de papelão e sacos plásticos e foram encontrados em um matagal de Novo Hamburgo (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Com a descoberta dos suspeitos a investigação prosseguiu, e as autoridades chegaram até um templo, que fica em uma cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre,  lá foram encontrados uma capa e uma máscara de um cão, com a língua para fora, segundo a polícia, ambos os objetos eram usadas nos rituais. Todo o material estava trancado dentro de um cofre. Com as apreensões e mais algumas provas, as primeiras prisões ocorreram no fim de dezembro.

Ainda conforme o delegado, o ritual teria se iniciado com um dos sócios, que a princípip era evangélico, e que após algum tempo teria renunciado a Jesus dentro de uma igreja. Ali, ele teria derramado sangue em cima de uma bíblia. Segundo o delegado eles teriam encontrado diversas bíblias com essas mesmas características e todas elas seriam analisadas.

A perícia alegou ainda, conforme o delegado, que no corpo do menino havia a comprovação de uma grande dosagem de álcool e que a menina possuía diversas marcas de perfurações com facas.

Além disso uma testemunha alegou que teria visto o menino amarrado em um pedestal, e que enquanto isso,  a menina estava deitada no chão, eles estariam em um ambiente escuro, iluminado apenas por velas, com todos os discípulos ajoelhados ao redor dos dois, sinistro demais não é mesmo?

Entrada de templo satânico, que fica na Região Metropolitana de Porto Alegre (Foto: Félix Zucco/Agência RBS)

Entrada do templo satânico encontrado pela polícia, o templo fica na Região Metropolitana de Porto Alegre (Foto: Félix Zucco/Agência RBS)

Para a polícia, as crianças teriam sido decapitadas por meio de torniquetes. Mas as testemunhas dizem que não ficaram até o fim do ritual.

“Eles não participaram da cerimônia, tiveram que deixar o local antes da conclusão, porque senão poderiam morrer também”, afirma o delegado, dizendo que o ritual foi realizado na lua crescente.

Segundo as testemunhas ainda, o deus deles era o demônio Moloch e esse deus era  especializado em sacrifício de crianças. O ritual realizado seria para alcançar prosperidade no ramo imobiliário, ele teria sido encomendado por alguns sócios que pertenciam a uma empresa do ramo e todo o ritual teria sido cercado pela simbologia do número sete. Todas as informações e provas coletadas levam a acreditar que os suspeitos podem ter chegado até mesmo a comer da carne e a beber do sangue das vítimas.

Moloch era o deus que eles reverenciavam nesse ritual, famoso por adorar o sacrifício de crianças.

Moloch era o deus que eles reverenciavam nesse ritual, famoso por adorar o sacrifício de crianças.

separador

A prisão dos suspeitos de matar as crianças para o ritual

Toda a investigação chegou a 7 suspeitos, quatro deles já estão presos, incluindo o líder do templo, os outros três suspeitos estariam foragidos. Um deles seria argentino e de acordo com o delegado Moacir Firmino, ele teria amigos no Rio Grande do Sul e teria raptado as crianças, que no caso seriam irmãs, em troca de um caminhão roubado. As crianças ainda não foram identificadas e a polícia está em contato com as autoridades estrangeiras para verificar um DNA compatível com o DNA dos corpos e também seria verificado o DNA do argentino para verificar se ele teria alguma relação de parentesco com as vítimas.

separador

Provavelmente existam mais vítimas 

Segundo o delegado a investigação ainda está longe de ter um final, e provavelmente deve haver várias outras vítimas. Pois de acordo com as investigações, esse tipo de ritual renderia muito dinheiro para todos os envolvidos. A polícia acredita que uma pessoa teria pago a quantia de R$25 mil reais para o líder do templo satânico pelo sacrifício dessas duas crianças.

O líder do templo, que é do Rio Grande do Sul, negou todas as acusações, mas relatou e confirmou todas suas práticas satanistas, que já foram até documentadas por meio de canais de televisão paga, de acordo com o delegado Moacir Fermino.

 

“Ele mesmo diz que viaja pelo mundo, por vários países do mundo fazendo esse trabalho, mas diz que sequer mata animais, diz que só pratica bruxaria”.

 

O delegado acrescentou ainda, além das prisões, foi apreendido no templo satanista uma grande quantidade de material que comprovaria o envolvimento dos suspeitos na morte e esquartejamento das crianças. “As provas são contundentes”, finalizou o delegado.

 

Capa e máscara foram encontrados em cofre no templo onde teria ocorrido um ritual satânico no RS (Foto: Daniel Favero/G1)

Uma capa e uma máscara foram encontrados em um cofre no templo, este seria alguns dos objetos encontrados no local que eram utilizados nos rituais. (Foto: Daniel Favero/G1)

separador

A opinião do Ser Curioso sobre o caso

E aí curiosos, um caso bem sinistro não é mesmo? É incrível pensar que nos dias de hoje ainda presenciamos casos como esses e mais difícil ainda de acreditar como uma crença e a ganância ainda levam as pessoas a cometerem barbaridades tão grandes e sem nenhuma piedade como essas? Nós, esperamos que este caso sirva como exemplo e que todos os envolvidos possam ser julgados e presos para sempre.

Agora é com vocês curiosos? O que vocês acharam deste caso horrível que aconteceu em nosso país?  Gostaria de saber a opinião de vocês, deixem ai nos comentários e não se esqueça de compartilhar a matéria com seus amigos, curtir nossa página no Facebook e se inscrever no nosso canal do Youtube. Até a próxima curiosos!

face

Clique aqui para acessar nosso facebook e veja todos os nossos posts e matérias em primeira mão.

 

 

youtube

Clique aqui para acessar nosso Youtube e veja os nossos vídeos e matérias exclusivas.

 

 

instagram

Clique aqui para acessar nosso Instagram e veja as fotos de nossa equipe, curiosidades rápidas e muito mais!

 

separador